quinta-feira, 26 de agosto de 2010

Atenção alagoanos!!!

Saiu no Diário Oficial da União de hoje que Alagoas tem antecipação de R$ 200 milhões do governo federal para execução de ações de reconstrução no estado. Clique no link para conferir.




Relembrando o caso...

Diante da tragédia, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva havia convocado, dia 22 de junho, o chamado "gabinete de crise" para definir as medidas emergenciais adotadas pelo Governo Federal na ajuda aos estados de Alagoas e Pernambuco, atingidos pelas enchentes. O presidente recebeu, então, na sede do CCBB (Centro Cultural Banco do Brasil), os governadores Teotônio Vilela (AL) e Eduardo Campos (PE), além dos senadores Fernando Collor e Renan Calheiros. No dia 23/06 Lula anunciou que faria visita aos dois estados para ver de perto os estragos provocados pelas chuvas. Em Alagoas 22 municípios foram atingidos mais fortemente pelas chuvas, resultando em cerca de 70 mil desalojados, mais de 40 mil casas destruídas, 22 mortos e cerca de mil pessoas desaparecidas. Lula colocou as Forças Armadas e diversos ministérios para resolverem as situações mais emergenciais. E assim foi feito. Agora, são liberados os recursos para a reconstrução. O senador Fernando Collor, na oportunidade, disse que o presidente Lula tranqüilizou a todos ao assegurar a liberação dos recursos necessários para a reconstrução do que foi destruído pelas águas. Ele destacou a preocupação do presidente Lula com a situação.

- Infelizmente as vidas que se foram são irrecuperáveis, mas as estradas, as pontes, as casas, o presidente garantiu que irá reconstruir. Ainda não se estabeleceu valores, eu acredito, que inicialmente seriam liberados R$ 200 milhões, que é o que consta no Orçamento da União para o atendimento às catástrofes. Isso poderá ser ainda suplementados, mas neste momento, os valores não importam, o que importa e a decisão do presidente Lula de que independentemente do valor, atenderá a todos aqueles que sofreram com as chuvas – assinalou Collor.

Entre as medidas adotadas pelo Governo Federal, anunciadas naquela reunião e propostas pelo senador Collor, havia a liberação do FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço) dos desabrigados para a reconstrução de suas casas, a exemplo do que ocorreu nos estados do Rio de Janeiro e Santa Catarina no início deste ano, bem como a edição de uma Medida Provisória para abrir crédito suplementar.


Veja também:

Governo libera R$ 500 milhões para Alagoas e Pernambuco

Governo divulga locais para doações aos estados de Alagoas e Pernambuco

Um comentário:

  1. Gabriel de Andrade26 de agosto de 2010 14:10

    É! Tudo bem. Collor fez o que se espera de um senador: defender seu estado junto a União. Collor pressionaou. Mas que Lula poderia ter liberado esta grana mais cedo...Ah! poderia, né?

    ResponderExcluir