sexta-feira, 20 de agosto de 2010

Dilma rebate declarações de Serra e defende liberdade de imprensa

Da Redação

Em discurso na tarde desta quinta-feira (19/08), a candidata à Presidência pelo PT, Dilma Rousseff, rebateu declarações feitas pelo tucano José Serra e defendeu a liberdade de imprensa. Na parte da manhã, Serra afirmou que o PT era uma ameaça à liberdade de expressão. “Meu conceito começa na pele. Liberdade de expressão e opinião, para mim, é no Brasil não ter cadeia por liberdade de opinião, por manifestação política, por direito de greve, pelo fato de os estudantes poderem fazer manifestações e passeatas. Há tantas coisas que hoje parecem normais e que a minha geração não viveu”, afirmou Dilma, durante o 8º Congresso Brasileiro de Jornais, no Rio de Janeiro. De acordo com a candidata, o povo brasileiro tem o dever ético de se comprometer com a democracia. “Prefiro críticas estampadas do que o jornal tendo que estampar na primeira página receita de bolo ou texto do Camões, apesar de eu gostar do Camões”, disse, lembrando o artifício utilizado pela imprensa durante o regime militar. A Empresa Brasil de Comunicação (EBC), gestora da TV Brasil, também reagiu às críticas feitas por Serra. Em seu discurso, o tucano afirmou que o governo criou a TV Brasil para servir de instrumento de poder para um partido. “Como diretora-presidente da EBC, estranho as declarações do candidato que, recentemente, participou de uma série de entrevistas com presidenciáveis na TV Brasil, confirmando a observância dos princípios de isenção, apartidarismo e isonomia na cobertura da campanha e dos candidatos, normas igualmente observadas em toda a programação da TV Pública, das emissoras públicas de rádio e pela Agência Brasil”, rebateu a presidente da EBC, Tereza Cruvinel, por meio de nota.

Do Comunique-se com informações do Estadão.

Leia mais...

Um comentário:

  1. Barra de Santo Antônio é Collo na cabelça

    ResponderExcluir